Iate que pertencia a bilionário russo é colocado à venda por R$ R$ 157 milhões

0
212

O iate chamado MySky tem ‘interiores sofisticados ultramodernos’ desenhados por um arquiteto holandês, uma ‘academia interna com clima controlado’ e um deck que pode ser usado para pouso de helicópteros, de acordo com o anúncio. MySky, iate encomendado pelo bilionário russo Igor Kesaev
Igor Kesaev/Reuters
Uma empresa dos Estados Unidos especializada em vender iates luxuosos colocou à venda por R$ 157 milhões um superiate do russo Igor Kesaev, que foi sancionado pelo Reino Unido e pela União Europeia.
Compartilhe esta reportagem pelo WhatsApp
Compartilhe esta reportagem pelo Telegram
O iate chamado MySky tem “interiores sofisticados ultramodernos” desenhados por um arquiteto holandês, uma “academia interna com clima controlado” e um deck que pode ser usado para pouso de helicópteros, de acordo com o anúncio.
Veja no vídeo abaixo como foram as vendas de outros iates que pertenciam a empresários russos que sofreram sanções.
Iate de R$ 400 milhões pertencente a oligarca russo vai a leilão após ser alvo de sanções
A empresa que está vendendo o iate é a Merle Wood & Associates, de Fort Lauderdale, Flórida. A venda do MySky foi divulgada em um anúncio enviado por e-mail um grupo não revelado de destinatários em 14 de setembro.
Kesaev encomendou um outro iate, chamado Sky, segundo Sara Gioanola, porta-voz da Heesen Yachts, a empresa holandesa que construiu o MySky.
Governos de países ocidentais estão preocupados com a possibilidade de que bilionários russos, como Kesaev, consigam contornar as sanções internacionais que forma impostas a eles.
A União Europeia e o Reino Unido penalizaram Kesaev em abril, após a invasão da Ucrânia pela Rússia. Os europeus justificaram as sanções dizendo que o russo tem relações com a produção de armas militares e distribuição de tabaco na Rússia e que ele é ligado ao governo russo e suas forças de segurança.
Os EUA não sancionaram Kesaev e o Tesouro dos EUA não respondeu aos pedidos de comentários.
Veja os vídeos mais assistidos do g1

Fonte: G1 Mundo